Empatia não é um tipo de simpatia… Quase todo mundo sabe disso. Digo “quase”, porque ainda se ouve dizer “gerou uma empatia entre a gente”…

Gerou uma simpatia, porque empatia é outra coisa, é a capacidade de compreender sentimentos e emoções do outro. Se colocar no lugar do outro.

Sabe aquela pessoa que não parece muito disposta a atender à uma solicitação? O que será que ela está sentindo? Por que está sentindo isso? Primeiramente, o que posso fazer para ajudá-la? E então, o que eu posso fazer, compreendendo como ela está, para que ela possa me atender?

Empatia aproxima, ajuda e faz acontecer.

 

José Rodrigues Passarinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *