Um erro comum, na educação de adultos, é considerá-los como “vasos vazios”, que serão preenchidos por algum conteúdo.

Não é verdade.

Adultos têm experiências próprias, vivências e conhecimentos prévios. Muitas vezes, em volume e qualidade superior ao próprio facilitador.

Mais que reconhecido, isso deve ser compartilhado e utilizado para um melhor aprendizado no treinamento.

Por isso que Dave Meier (fundador do The Center for Accelerated Learning) diz que “adultos não são vasos vazios a serem preenchidos e sim, chamas a serem acesas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *