De acordo com a teoria de David Kolb, temos quatro estilos de aprendizagem: divergentes, assimiladores, convergentes e acomodadores. Outros autores oferecem outras divisões, mas o importante é que temos estilos diferentes de aprendizagem.

Segundo Kolb, de forma simplificada, podemos dizer que os divergentes preferem mais ver do que fazer, são geradores de ideias, gostam de debates em grupo. Os assimiladores gostam de abordagens mais lógicas, não se preocupando muito com a aplicabilidade. Já os convergentes gostam de resolver problemas e preferem mais a prática do que a teoria. Os acomodadores são os “mão na massa”, gostam de novos desafios e experiências.

Ou seja, se minha aula é no meu estilo, como se sentirão os aprendizes que pertencem aos outros estilos? Vão achar a aula muito chata e desinteressante. E o resultado vai embora.

Por isso, um treinamento que tem foco em aprendizado (mais do que em ensinamento) tem que “passear” por todos os estilos, oferecendo o que cada estilo prefere, o que cada um precisa para seu melhor aproveitamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *